barrolo.com/sarau

UMA LUZ DEPOIS DO ESCURO

 DEPOIS DO ESCURO, CADA DIA EM OUTRA LUA ________________________________________ Eu a vi branca, como a luz desta imagem, para que se plantasse, sujeito num lugar, gente numa cultura. Todas elas (as luas) tivessem lados, fossem claras e escuras, para dias serem claros pessoais. O ser assumisse, luas lho cruzassem, o lado escuro perseguisse dele, amortizando, […]

Leia Mais

religionários do porão - blogodorio.com

RELIGIONÁRIOS DO SUBMUNDO ENSAIO DA VISÃO

A minhoca Salamargo disse: Sua batata assou, malvadinho… PRÊMIO INTELECTUALISTA FESTIVAL DE GASES NA MÍDIA INTERNACIONAL Salve, todos os religionários dos porões! Apresento-me a este sarau: Salamargo, a rainha do underground. Sou uma minhoca judia, natural de Bizâncio, antes de Constantino. Tornei-me cega por conveniência, para sobreviver à escuridão do submundo, mas uma mutação me […]

Leia Mais

blogodorio.com

O ANTROPOMAPA

OS MESMOS, ONTEM, HOJE E AMANHÃ 😀 burro velho não puxa carga… Gente jovem é uma cachoeira de inquietação. Tudo aconteça e a pressão venda fluoxetina na farmácia. Claro que ninguém é tão bobo de se entupir de remédio, mas, a cada dia isso vai se tornando um hábito mais comum. É curioso pensar na […]

Leia Mais

LIBIDO DO APRENDIZADO

  Libido era uma caixa, lacrada e reprimida, calcificou-me em chifre nas costas. Queriam respostas, eu não as tinha, plantaram-se chips em minha cabeça. Queriam-me anjo, eu não tinha asas, saí mala sem alça. Três plantas que não rego em meu jardim: Prepotência Inconsciência Intransigência Quatro títulos em seu texto. Um deles fará que tu desistas, para […]

Leia Mais